Etiquetas

Inicia-se hoje a septuagésima segunda edição da Feira das Colheitas, festa maior de Arouca, momento de celebração da terra e da gente. Uma vez mais serão aos milhares os que nos visitarão. A Feira das Colheitas nasceu e consolidou-se como festa iminentemente popular,  promotora dos produtos de Arouca e dos usos e costumes arouquenses. É essa a sua matriz, a marca da sua singularidade, na região e no país.

O programa deste ano, apesar de diversificado, não rompe com uma linha que, nos últimos anos, a autarquia tem imprimido e sedimentado. Referimo-nos à transferência progressiva do enfoque principal da componente agrícola para outras e a assumpção  de um registo de espectáculo meramente comercial, igual a tantos outros por esse país fora. Esta tendência podemos encontrá-la, este ano, na não realização da exposição de produtos agrícolas, no espectáculo principal em si (e no)/com bilhete comprado.

A Feira das Colheitas é um dos principais instrumentos que Arouca tem ao seu dispor para promover o que cá é feito, podendo e devendo assumir-se como montra das diferentes actividades económicas, mas sem nunca esquecer o sector primário que lhe deu o nome  e que é imprescindível ao desenvolvimento económico que o concelho precisa. É pela reafirmação da sua identidade que Arouca se poderá continuar a destacar e projectar, doutro modo será mais uma entre muitas.

Arouca, 22 de Setembro de 2016

A Comissão Concelhia de Arouca do PCP