Etiquetas

, , ,

OJE/Lusa – 26.02.2009 – A menor quebra do resultado líquido [em 2008] foi do BES, que obteve um lucro de 402,3 milhões de euros, menos 33,7% que os 607 milhões conseguidos em 2007, com reforço generalizado das provisões, sobretudo para crédito e títulos, e desvalorizações de 180 milhões de euros nas participações que tem na Portugal Telecom, EDP e Bradesco.

Diário de Notícias – Janeiro 2008 – BES escapa à crise com lucros de 607,1 milhões de euros em 2007.

Diário de Notícias – 01.02.07 – O Banco Espírito Santo anunciou hoje lucros recorde e de 420,7 milhões de euros no exercício de 2006, um crescimento de 50 por cento em relação a 2005.

Como agora sabemos, a maior parte destes lucros era falsa. Mas deles foram pagos dividendos aos accionistas. Ou seja, bem visto o final do filme, quem pagou esses dividendos fomos todos nós.

.

in “O Tempo das Cerejas”

.

.

.

 

Anúncios