Etiquetas

Na declaração política que o PCP levou à tribuna da Assembleia da República, Rita Rato afirmou que “hoje no nosso país, cerca de 75% dos trabalhadores são atingidos pelas adaptabilidades de horários, pelo recurso abusivo ao trabalho por turnos e ao trabalho nocturno, pela generalização do desrespeito e do prolongamento dos horários, com consequências profundamente negativas”.

18 de Maio de 2017

Anúncios